dsadsadas

post novo

Como andar entre os mundos (desenvolvendo a intuição):

Descobrindo o conflito – o objetivo aqui é que você comece a perceber o movimento feito pelo racional e o movimento feito pela intuição além de começarmos a falar sobre o conflito que você irá trabalhar no seu conto

Contar sem palavras (desenvolvendo a sensibilidade)

Descobrindo soluções – aprofundaremos a utilização da nossa imaginação seguindo com exercícios de storytelling que proporcionam criarmos histórias sem precisarmos de palavras – desenvolveremos o pensamento metafórico

Mergulhando nos contos:

Com dinâmicas de storytelling vamos entrar no nosso mundo particular dos contos

Contar é diferente de compartilhar:

O tempo de cada um, coaching para os contos: aqui vamos aplicar algumas técnicas de storytelling que trarão mais segurança para o momento de compartilhar seu conto, além disso, tiraremos as dúvidas sobre a compreensão do seu conflito complementando as vídeo-aulas teóricas prévias construindo uma narrativa única

Sendo nutrido pelos contos:

Neste encontro iremos compartilhar o conto que criamos

O que nos faz humanos

Este encontro busca descobrir e reconhecer todos os aspectos que compõe a experiência de ser humano. Com isso claro, começamos a enxergar possibilidades que passavam despercebidas e cujas quais poderemos usar na composição de nosso conto biográfico

Investigando sua memória

Aqui, buscaremos trazer à tona através de exercícios de storytelling as memórias de vida que podem vir a ser um conto.

Descobrindo os presentes da sua história

Todos nós aprendemos alguma coisa em nossas vidas. Talvez só precisamos resgatar esses aprendizados para contar a história de como eles surgiram.

Coaching Storytelling

Aqui vamos utilizar algumas técnicas de storytelling que melhoram a experiência de quem conta e de quem ouve o conto ao mesmo tempo que traz clareza e opção para a sua composição

Contando sua história

Chegou o dia! É hoje que sua história vai se completar. Nossa história fica inteira quando devolvemos ela para o oceano das histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *